Ernesto Pires


Information about the author

  • Full name: Ernesto Silvino Dias Gomes de Castro Pires
  • Birth: 1857 - Porto, Portugal
  • Decease: 1884 - Porto, Portugal
  • Description: Poeta, crítico e historiador literário.

Source(s) of data

  • WIKIMEDIA FOUNDATION. Wikipédia: a enciclopédia livre. Conteúdo enciclopédico de autoria coletiva. Disponível em: https://www.wikipedia.org.
  • BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL. Disponível em: http://www.bn.pt.

Source: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ernesto_Pires

Ernesto Silvino Dias Gomes de Castro Pires (Porto, 31 de julho de 1857 — Porto, 2 de dezembro de 1884) foi um poeta e escritor português. Descendente de uma família nobre da casa de Fundo de Vila, província de Trás-os-Montes, estudou no colégio da Boa Vista, onde aprendeu francês e princípios de matemática. Ernesto Pires, como ficou conhecido, redigiu de 1879 a 1880 o Cancioneiro portuguez, juntamente com o Leite de Vasconcelos. Em 1881 publicou O Evangelho da Revolução, que teve 2.ª edição em 1883. A sua principal obra, Scintillações e sombras foi publicada no Porto em 1883. Além dela publicou A voz da Consciencia (1881), Alma de Camões (1882) e Camões e o Amor (1884). Ernesto Pires dirigiu a Revista de arte e de crítica (1878-1879) e colaborou em muitas revistas e jornais, como a Encyclopedia Republicana, O Pantheon (1880-1881), A Galeria Republicana (1882-1883), A Aurora do Cávado, O Tirocinio, O Independente regoense, etc. Foi ainda redator de Justiça Portugueza e a Discussão, folhas republicanas, e diretor da revista literária A Semana. Faleceu devido a uma lesão pulmonar aos 27 anos. == Referências == João Manuel Esteves Pereira, Guilherme Rodrigues . Portugal; diccionario historico, chorographico, heraldico, biographico, bibliographico, numismatico e artistico, vol 5, 1911, p 818.

Title Genre Year
Annual production of the author
Literary genres of the author
Beginning year Ending year Description
1861 1861 Brasil e Inglaterra rompem relações diplomáticas
1861 1861 O Paraguai declara guerra ao Brasil - Solano Lopes invade o Mato Grosso
1865 1870 Guerra do Paraguai
1871 1871 Lei do Ventre Livre, declara libertos os filhos de escravos, nascidos a partir dessa data
1867 1867 Inauguração da estrada de ferro Santos-Jundiaí
1870 1870 Lançamento da Campanha Republicana no RJ
1873 1873 Primeiro Congresso do Partido Republicano Paulista
1875 1875 Fim da Questão Religiosa
1871 1871 Comuna de Paris
1857 1857 Cultura: Flaubert publica Madame Bovary
1870 1870 Intelectuais portugueses debatem idéias anti-burguesas e anti-românticas
1878 1878 "Batalha do Parnaso" - manifestações anti-românticas do RJ
1859 1859 Ciência: Darwin lança A Origem das Espécies
1864 1865 Guerra contra Aguirre, do Uruguai
1861 1865 Guerra da Secessão nos Estados Unidos
1867 1867 Publicação de "O Capital", de Carl Marx
1882 1882 Escola do Recife
1884 1884 Extinção da escravidão no Ceará, Maranhão, Amazonas e alguns municípios do RS
1883 1883 Início da Questão Militar
1861 1861 Rompimento de relações entre Brasil e Inglaterra (Questão Christie)
1869 1869 Inauguração do canal de Suez
1876 1876 Conflito: assinatura do tratado de paz que pôs fim à guerra entre Argentina e Paraguai
1876 1876 Ciência: Graham Bell patenteia o telefone, sua invenção
1880 1880 O Congresso espanhol vota a abolição da escravidão em Cuba
1857 1857 08/03 - ataque incendiário da polícia causa morte de 129 operárias americanas, na fábrica Cotton, em Nova York. Na data, foi instituído o Dia Internacional da Mulher.


Comments are the sole responsibility of the authors and do not represent the views of this repository. If you find something that violates the terms of use, report it by clicking the report button.

This document has not been commented yet, leave your comment by clicking on "Add comment"