Dom Pedro II


Photo of the author

Information about the author

  • Full name: Pedro de Alcântara João Carlos Leopoldo Salvador Bibiano Francisco Xavier de Paula Leocádio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Bragança e Bourbon
  • Pseudonym(s): O Magnânimo
  • Birth: 1825 - Rio de Janeiro, RJ
  • Decease: 1891 - Paris, França
  • Description: Monarca e tradutor. Era versado em diversas ciências, particularmente na astronomia, e conhecia muitas línguas, entre elas o hebraico e o sânscrito. Escreveu a tradução de um texto hebraico nas línguas francesa e felibrina por ocasião das festas do Centenário da anexação do Venaissino à França.

Source(s) of data

  • BLAKE, Augusto Victorino Alves Sacramento. Diccionario Bibliographico Brazileiro. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1883. 7 v.

Source: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedro_II_do_Brasil

Pedro II (Rio de Janeiro, 2 de dezembro de 1825 – Paris, 5 de dezembro de 1891), cognominado "o Magnânimo", foi o segundo e último monarca do Império do Brasil, tendo imperado no país durante um período de 58 anos, foi o filho mais novo do imperador Pedro I do Brasil e da imperatriz consorte Maria Leopoldina da Áustria e, portanto, membro do ramo brasileiro da Casa de Bragança. Nascido no Palácio imperial de São Cristóvão, no Rio de Janeiro. A abrupta abdicação do pai e sua partida para Portugal, tornaram Pedro imperador com apenas cinco anos. Obrigado a passar a maior parte do seu tempo estudando em preparação para reinar, conheceu poucos momentos de alegria e amigos de sua idade. Suas experiências com intrigas palacianas e disputas políticas durante este período tiveram grande impacto na formação de seu caráter. O imperador D. Pedro II tornou-se um homem com forte senso de dever e devoção ao seu país e seu povo. Por outro lado, ressentiu-se cada vez mais de seu papel como monarca. Teve a maioridade decretada para assumir o governo e evitar a desintegração do Império, tendo deixado ao sucessor republicano um país caracterizado como potência emergente na arena internacional. A nação distinguiu-se de seus vizinhos hispano-americanos devido à sua estabilidade política e especialmente por sua forma de governo: uma funcional monarquia parlamentar constitucional. O Brasil também foi vitorioso em três conflitos internacionais (a Guerra do Prata, a Guerra do Uruguai e a Guerra do Paraguai) sob seu império, assim como prevaleceu em outras disputas internacionais e tensões domésticas. Um erudito, o imperador estabeleceu uma reputação como um vigoroso patrocinador do conhecimento, da cultura e das ciências. Ele ganhou o respeito e admiração de estudiosos como Graham Bell, Charles Darwin, Victor Hugo e Friedrich Nietzsche, e foi amigo de Richard Wagner, Louis Pasteur e Henry Wadsworth Longfellow, dentre outros. D. Pedro II não permitiu nenhuma medida contra sua remoção e não apoiou qualquer tentativa de restauração da monarquia. O imperador deposto passou os seus últimos dois anos de vida no exílio na Europa, vivendo só. Algumas décadas após sua morte, sua reputação foi restaurada e seus restos mortais foram trazidos de volta ao Brasil em meio a amplas celebrações.

Title Genre Year
Title Genre Year
Title Author(s) Year
Annual production of the author
Literary genres of the author
Beginning year Ending year Description
1889 1889 Proclamação da República, em 15/11
1888 1888 Abolição da Escravatura
1852 1852 Inauguraçao das primeiras linhas telegráficas do Brasil
1861 1861 Brasil e Inglaterra rompem relações diplomáticas
1861 1861 O Paraguai declara guerra ao Brasil - Solano Lopes invade o Mato Grosso
1825 1825 Portugal e Inglaterra reconhecem a independência do Brasil
1865 1870 Guerra do Paraguai
1835 1845 Período Regencial: Revolução Farroupilha no Rio Grande do Sul
1831 1831 Abdicação de D. Pedro I
1833 1833 Criação da Companhia Dramática Nacional
1840 1840 Golpe da Maioridade de D. Pedro II
1842 1842 Revolução Liberal em São Paulo e Minas Gerais
1848 1848 Rebelião Praieira em Pernambuco
1850 1850 A Lei Eusébio de Queiroz extingue o tráfico negreiro
1831 1840 Período Regencial no Brasil
1834 1834 Cultura: criação do Teatro Nacional
1838 1838 Fundação do Instituto Histórico e Geográfico
1854 1854 Inauguração da primeira estrada de ferro do Brasil
1871 1871 Lei do Ventre Livre, declara libertos os filhos de escravos, nascidos a partir dessa data
1831 1838 Período Regencial: Revoltas populares no Período Regencial
1867 1867 Inauguração da estrada de ferro Santos-Jundiaí
1870 1870 Lançamento da Campanha Republicana no RJ
1873 1873 Primeiro Congresso do Partido Republicano Paulista
1875 1875 Fim da Questão Religiosa
1855 1855 Início da carreira literária de Machado de Assis
1840 1889 Segundo Reinado - D. Pedro II governa o Brasil
1850 1870 Apogeu do Império no Brasil
1870 1889 Declínio do Império no Brasil
1871 1871 Comuna de Paris
1848 1848 Publicação do Manifesto Comunista
1857 1857 Cultura: Flaubert publica Madame Bovary
1870 1870 Intelectuais portugueses debatem idéias anti-burguesas e anti-românticas
1885 1885 Lei dos Sexagenários
1878 1878 "Batalha do Parnaso" - manifestações anti-românticas do RJ
1889 1890 Encilhamento
1859 1859 Ciência: Darwin lança A Origem das Espécies
1826 1826 Política: instalação da primeira Assembléia Geral Brasileira
1864 1865 Guerra contra Aguirre, do Uruguai
1834 1834 D. Pedro I morre em Lisboa
1834 1834 Período Regencial: Revolta da Cabanagem, no Pará
1837 1837 Período Regencial: Revolta da Sabinada, na Bahia
1838 1838 Período Regencial: Revolta da Balaiada, no Maranhão
1845 1845 Morse inventa o telégrafo elétrico
1850 1850 Criação da província do Amazonas
1825 1828 Conflito: Guerra Cisplatina
1851 1852 Conflito: Guerra contra Rosas e Oribe
1861 1865 Guerra da Secessão nos Estados Unidos
1867 1867 Publicação de "O Capital", de Carl Marx
1882 1882 Escola do Recife
1891 1891 promulgada a primeira Constituição Republicana brasileira
1884 1884 Extinção da escravidão no Ceará, Maranhão, Amazonas e alguns municípios do RS
1886 1886 Fundação da Sociedade Promotora de Imigração
1890 1890 Eleita a Assembléia Constituinte
1890 1890 Primeiras revoltas das categorias profissionais urbanas
1883 1883 Início da Questão Militar
1891 1891 Deodoro da Fonseca fecha o Congresso Nacional
1828 1828 Criação do Supremo Tribunal
1850 1850 Inauguração da linha de vapores do Rio de Janeiro para a Europa
1861 1861 Rompimento de relações entre Brasil e Inglaterra (Questão Christie)
1869 1869 Inauguração do canal de Suez
1825 1825 Os governos de Buenos Aires e britânico firmam um tratado contra o tráfico de escravos
1841 1841 Os governos de Buenos Aires e britânico firmam um tratado contra o tráfico de escravos
1841 1841 El Salvador se constitui em república unitária e independente das outras repúblicas da América Central
1843 1843 Começa o estado de sítio de Montevidéu, com as tropas do Governo de Rosas
1852 1852 Conflito: Batalha de Monte Caseros (Argentina). General Urquiza derrota o presidente Rosas
1876 1876 Conflito: assinatura do tratado de paz que pôs fim à guerra entre Argentina e Paraguai
1876 1876 Ciência: Graham Bell patenteia o telefone, sua invenção
1880 1880 O Congresso espanhol vota a abolição da escravidão em Cuba
1827 1827 O Peru, que fazia parte da Colômbia, declara a sua independência
1857 1857 08/03 - ataque incendiário da polícia causa morte de 129 operárias americanas, na fábrica Cotton, em Nova York. Na data, foi instituído o Dia Internacional da Mulher.
1844 1844 Segundo Reinado: D. Pedro II anistia os líderes da revolução de 1842


Comments are the sole responsibility of the authors and do not represent the views of this repository. If you find something that violates the terms of use, report it by clicking the report button.

This document has not been commented yet, leave your comment by clicking on "Add comment"