Luís Carlos Martins Pena


Photo of the author

Information about the author

  • Full name: Luís Carlos Martins Pena
  • Birth: 1815 - Rio de Janeiro, RJ
  • Decease: 1848 - Lisboa, Portugal
  • Description: Teatrólogo, comerciante, funcionário público. Fundador do teatro e da comédia brasileira, colaborou com o "Jornal do Commercio" entre os anos de 1846 e 1847 com a publicação dos folhetins "Semana Lyrica", estudou arquitetura, estatuária, desenho, música na Academia de belas-artes, e se dedicou ao estudo de línguas e história da literatura, principalmente dramática.

Source(s) of data

  • COUTINHO, Afrânio; SOUSA, José Galante de. Enciclopédia de literatura brasileira. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional; Academia Brasileira de Letras, 2001. 2 v. ISBN 8526007238
  • BLAKE, Augusto Victorino Alves Sacramento. Diccionario Bibliographico Brazileiro. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1883. 7 v.

Source: https://pt.wikipedia.org/wiki/Martins_Pena

Luís Carlos Martins Pena (Rio de Janeiro, 5 de novembro de 1815 — Lisboa, 7 de dezembro de 1848) foi dramaturgo, diplomata e introdutor da comédia de costumes no Brasil, tendo sido considerado o Molière brasileiro.

Title Genre Year
Annual production of the author
Literary genres of the author
Beginning year Ending year Description
1822 1822 Independência do Brasil
1824 1824 Política: D. Pedro I outorga a primeira Constituição brasileira
1825 1825 Portugal e Inglaterra reconhecem a independência do Brasil
1815 1815 Brasil Colônia: o Brasil é elevado a Reino Unido de Portugal e Algarves
1823 1823 Conflito: Guerra da Independência na Bahia
1835 1845 Período Regencial: Revolução Farroupilha no Rio Grande do Sul
1831 1831 Abdicação de D. Pedro I
1833 1833 Criação da Companhia Dramática Nacional
1840 1840 Golpe da Maioridade de D. Pedro II
1842 1842 Revolução Liberal em São Paulo e Minas Gerais
1848 1848 Rebelião Praieira em Pernambuco
1831 1840 Período Regencial no Brasil
1834 1834 Cultura: criação do Teatro Nacional
1838 1838 Fundação do Instituto Histórico e Geográfico
1831 1838 Período Regencial: Revoltas populares no Período Regencial
1848 1848 Publicação do Manifesto Comunista
1824 1824 Confederação do Equador
1826 1826 Política: instalação da primeira Assembléia Geral Brasileira
1834 1834 D. Pedro I morre em Lisboa
1834 1834 Período Regencial: Revolta da Cabanagem, no Pará
1837 1837 Período Regencial: Revolta da Sabinada, na Bahia
1838 1838 Período Regencial: Revolta da Balaiada, no Maranhão
1845 1845 Morse inventa o telégrafo elétrico
1825 1828 Conflito: Guerra Cisplatina
1820 1820 Revolução do Porto
1821 1821 Regresso de D. João VI a Portugal
1821 1821 Abolição da Inquisição portuguesa apesar da manutenção da censura
1821 1821 Regulamentação da liberdade de imprensa no Brasil
1828 1828 Criação do Supremo Tribunal
1817 1817 Proibição da circulação em Portugal e seus domínios do jornal Correio Braziliense, de Hipólito José da Costa
1818 1818 Compra da biblioteca do arquiteto José da Costa e Silva pelo governo português e sua incorporação à Biblioteca Real (RJ)
1821 1821 Abertura, no Rio de Janeiro, da Tipografia de Moreira Garcez e da Nova Oficina Tipográfica, quebrando o monopólio da Impressão Régia no Brasil
1825 1825 Os governos de Buenos Aires e britânico firmam um tratado contra o tráfico de escravos
1841 1841 Os governos de Buenos Aires e britânico firmam um tratado contra o tráfico de escravos
1841 1841 El Salvador se constitui em república unitária e independente das outras repúblicas da América Central
1843 1843 Começa o estado de sítio de Montevidéu, com as tropas do Governo de Rosas
1816 1816 Toda família Bonaparte é afastada da França por lei do governo francês
1827 1827 O Peru, que fazia parte da Colômbia, declara a sua independência
1844 1844 Segundo Reinado: D. Pedro II anistia os líderes da revolução de 1842


Comments are the sole responsibility of the authors and do not represent the views of this repository. If you find something that violates the terms of use, report it by clicking the report button.

This document has not been commented yet, leave your comment by clicking on "Add comment"